APRESENTAÇÃO FINANCEIRA

O biênio consolidou a atuação do Instituto Linha D’Água. Estivemos nos territórios, frequentamos os conselhos e os fóruns participativos, nos conectamos com os atores locais, fortalecemos as cooperações existentes e construímos novas parcerias. Reduzimos os apoios pontuais e focamos nos projetos e atividades com potencial de médio e longo prazo. Dessa forma, nosso investimento saltou de R$672.000,00 em 2018 para R$980.000,00 em 2019.

 

Diante disso, o valor aportado aos projetos aumentou. Foram doados diretamente para as organizações apoiadas R$255.000,00 em 2018, enquanto o valor investido em 2019 foi de R$400.000,00 – um aumento de 57% de um ano para outro.

 

Também foi preciso fortalecer a gestão interna, aperfeiçoando o planejamento, monitoramento e avaliação dos programas e dos projetos. A equipe foi aprimorada, se fez presente nos territórios e o resultado financeiro foi um aumento de 39% nas despesas administrativas de 2018 (R$417.000,00) para as de 2019 (R$580.000,00).

Gráficos-01.png

O mosaico de atividades apresentado compõe nossa atuação programática. As variações de investimentos de um ano para outro, em cada um dos programas, se dão pela priorização dos temas descritos no biênio.

 

O Programa Áreas Marinhas Protegidas acumulou mais atividades, e consequentemente, mais recursos do que os outros programas. O que justifica o investimento maior nesse programa ao longo dos anos é a abrangência desse tema e a evidência de que as atividades conectadas à pesquisa, conservação, pesca, turismo e demais atividades socioeconômicas acontecem dentro desses espaços.

 

Apesar disso, em 2019, equilibramos o orçamento dos programas, apostando no fortalecimento da construção conjunta dos projetos, sobretudo nos Programas Pesca Responsável e Negócios Associados à Conservação, tendo como elemento transversal o apoio às redes costeiras e marinhas. 

 

O Programa Conservação de Tubarões e Raias teve atividades apoiadas apenas em 2018. No ano seguinte, não foram aprovados projetos nessa temática, o que nos levou à necessidade de reestruturar os apoios para as atividades desse programa em 2020.

Gráficos-02.png